Artrose de Quadril (osteoartrose)

O termo “osteoartrose” ou “osteoartrite” significa um processo inflamatório, degenerativo da articulação resultando em destruição articular, desgaste da cartilagem e formação de osteófitos. Clinicamente se traduz principalmente por dor, restrição de movimentos da articulação acometida e atrofia muscular.

osteoartrose (também conhecida como artrose) é classificada em primária ou idiopática quando a causa é desconhecida, e em secundária quando é decorrente de alguma alteração preexistente. No quadril a osteoartrose secundária é a mais prevalente, normalmente decorrente de deformidade anatômica  como o impacto femoroacetabular, como sequela de alguma fratura, decorrente de doenças infecciosas ou reumáticas ou ainda decorrentes das doenças que acometem o quadril na infância (epifisiólise, doença de Legg-Perthes-Calvé, coxa valga, coxa vara, displasia do desenvolvimento do quadril dentre outras).

figura1

O tratamento da osteoartrose do quadril (artrose do quadril) inclui orientação funcional, medicamentos, redução de peso, cirurgia reparadora ou preservadora do quadril e cirurgia de substituição articular ou artroplastia total de quadril.

Na orientação funcional estão indicadas atividades físicas sem impacto como musculação, hidroginástica, natação, dentre outras. O objetivo é o reforço da musculatura do quadril que irá proteger a articulação, diminuir o estresse sobre a articulação já sofrida e até mesmo melhorando o pós-operatório caso haja necessidade de um procedimento cirúrgico. Dentre inúmeras medidas o reforço muscular é o que mais traz benefício ao paciente. A perda de peso também é recomendada para pacientes com quadro de osteoartrose do quadril.

Medicamentos fazem parte do arsenal terapêutico para o paciente com artrose do quadril. Normalmente são associados analgésicos (paracetamol, codeína, cloridrato de tramadol e outros) com relaxantes musculares e anti-inflamatórios não hormonais. Ainda existem os condroprotetores (condroitina e glicosamina) que possuem seu espaço no tratamento da artrose do quadril, assim como a diacereína e os anti-inflamatórios fitoterápicos.

Nos casos em que há indicação de procedimento cirúrgico há duas opções. Naqueles pacientes que apresentam artrose em estágios iniciais podem ser realizadas as cirurgias denominadas preservadoras ou reparadoras do quadril, dentre elas as osteotomias femorais e acetabulares e a osteocondroplastia femoroacetabular, podendo ser realizada por cirurgia aberta ou por videoartroscopia do quadril, para o tratamento do impacto femoroacetabular.

Nas articulações em estágio avançado de desgaste a cirurgia mais indicada é a substituição da articulação doente, denominada artroplastia total de quadril ou como conhecida no meio leigo somente “prótese de quadril”.

Últimas Notícias